Agroalimentar

Católica do Porto dá a conhecer investigação em Biotecnologia

Detetar a bioatividade de bactérias em queijos ou estudar sensorialmente as infusões de ervas aromáticas são apenas dois dos casos em análise

As vantagens que as Universidades e as empresas podem alcançar ao apostar numa relação próxima e ao executarem projetos em conjunto – cruzando saberes e experiências – são enormes. É com base nesta lógica que, esta sexta-feira, 19 de maio, a Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Universidade Católica Portuguesa – Porto organiza as “III Jornadas Universidade-Empresa na Formação Pós-Graduada”, iniciativa durante a qual irá apresentar diversos projetos de investigação em Biotecnologia, projetos esses que resultam das múltiplas parcerias que a Universidade possui com o setor empresarial. Durante o encontro, que decorre entre as 9h30 e as 13h00, no campus Asprela, serão apresentadas novas soluções e estudos inovadores, realizados no âmbito de teses de mestrado ou de doutoramento da Escola.

  • Ligar a Europa a África e estudar biologicamente o mirtilo

A iniciativa conta com a apresentação de projetos centrados em áreas tão diversas como a Engenharia Alimentar, a Biotecnologia, a Microbiologia ou a Engenharia Biomédica. Destaque-se, por exemplo, a apresentação do “FIBRE-PRO”, projeto que se centra na criação de sinergias entre a Europa e África, através da pesquisa e desenvolvimento de produtos saudáveis à base de cereais autóctones africanos para, assim, melhorar os índices nutricionais da população e fortalecer a economia local. Outros temas discutem como se pode desenvolver misturas de condimentos com ervas aromáticas, detetar a bioatividade de bactérias em queijos, estudar sensorialmente as infusões de ervas aromáticas, ou como explorar as propriedades biológicas do mirtilo. O evento, destinado a estudantes, investigadores e ao setor empresarial, conta com a presença de Pilar Morais (da Frulact), Jorge Faria (da Aquitex) e Rui Sousa (da Stemmatters), interlocutores de algumas das empresas que já confirmaram a participação no evento.

A iniciativa – que aposta na divulgação das dinâmicas de Investigação, Desenvolvimento e Inovação (I&D+I) da ESB e que conta com o apoio do programa Norte 2020 – destina-se a todos aqueles que pretendem conhecer alguns dos mais recentes projetos de investigação da Escola Superior de Biotecnologia ou, ainda, as oportunidades em I&D+I oferecidas pela instituição. A participação no evento é gratuita, mas requer inscrição prévia, que pode ser realizada em https://goo.gl/mh9dIr.

Deixe um comentário