Opinião

João Santos, CITAB/UTAD

  • Pastagens e Forragens

“No caso específico português a maior preocupação é na secura (diminuição da precipitação). Porque a precipitação de primavera tendencialmente vai diminuir, tal como a de outono, sendo que a de verão já praticamente não existe. Muitas culturas agrícolas começam a ter stress hídrico e é necessário recorrer à rega, mas a água não é um recurso disponível para todos”.

João Santos, Centro de Investigação e de Tecnologias Agroambientais e Biológicas da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro