Agroalimentar Empresas & Produtos

Frusantos lança castanha de fazer Saudade

A Frusantos, empresa portuguesa fundada em 1982, prepara-se para lançar a Saudade-Sabores do Coração, uma nova marca de castanha portuguesa. De olhos postos na internacionalização, a Saudade vai ser apresentada oficialmente em Madrid durante a Fruit Attraction, uma das principais feiras empresariais de frutas e legumes do mercado europeu, que decorre entre 18 e 20 de outubro.

De acordo com o comunicado da empresa, atualmente mais de 50% das vendas da Frusantos são feitas fora de Portugal e a intenção é reforçar as exportações com a criação de uma marca distintiva, associada a um produto sazonal de elevada qualidade. A Saudade valoriza a castanha da variedade martaínha, produzida em Sernancelhe e em todos os concelhos limítrofes que abrangem a área geográfica com classificação Castanha dos Soutos da Lapa DOP (Denominação de Origem Protegida). Alemanha, França, Suíça, Luxemburgo, Itália, Espanha, Estados Unidos e Canadá são mercados prioritários.

“A castanha portuguesa está muito bem conotada nos mercados internacionais e a variedade martaínha é diferenciadora: são castanhas mais doces, muito brilhantes e fáceis de descascar. Não havia uma marca que destacasse estas características  distintivas e o nosso objetivo é dar a conhecer este produto de alta qualidade, sazonal, que o consumidor associa a uma época específica do ano e que traz saudades. Além do mercado internacional, também temos como prioridade captar consumidores no mercado nacional”, diz Tozé Santos, administrador da empresa.

“A Saudade – Sabores do Coração remete para a região, conhecida por estar situada no coração de Portugal e ter produtos de excelência. Ao mesmo tempo, está ligada à história da empresa, aos valores da família que inspiram o negócio. Este ano comemoramos 35 anos de existência e o lançamento da marca também é uma forma de prestar homenagem ao fundador, João da Silva Santos, que já não está entre nós”, acrescenta Miguel Santos, igualmente administrador da empresa.

O projeto de internacionalização da Frusantos é cofinanciado pelo Programa Operacional (Norte 2020), com o montante de investimento elegível global de 425.628,33€, dos quais 188.851,50€ são do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER); e 4.170,83€ do Fundo Social Europeu (FSE).