Opinião

Grupo Hubel trabalha diariamente na busca de soluções inovadoras

João Caço, diretor executivo da Hubel Verde

Fundado em 1982, o Grupo Hubel está desde o início da sua atividade ligado às áreas da água, da energia e da automatização. O crescimento contínuo da atividade, aliado a uma aposta clara na inovação e desenvolvimento de novas soluções, permitiu o início da diversificação das suas áreas de negócio na década de noventa.

Atualmente, o Grupo Hubel centra a sua atividade na aplicação de tecnologias e instalação de sistemas relacionados com o uso da água e telemetria, onde tem desempenhado um papel de relevo, designadamente nos perímetros hidroagrícolas do Alqueva. É igualmente importante no Grupo a sua atividade na prestação de serviços de engenharia agronómica, nomeadamente a prestação de assessoria e fornecimento de fatores de produção, com destaque para a distribuição e aconselhamento no uso dos adubos líquidos. A produção vegetal tem sido também uma constante, praticamente desde o início da atividade do Grupo, inicialmente com a produção de hortícolas em estufa e atualmente na produção de pequenos frutos, com preponderância para a framboesa.
Quando focamos estas duas últimas componentes da atividade do Grupo, estamos na área de atuação da Hubel Verde que, como empresa especializada na nutrição vegetal, no solo ou em “hidroponia”, é uma referência nas fileiras dos citrinos, do tomate e pimento de indústria, de hortícolas protegidas e de ar livre, nos pequenos frutos e, nos últimos anos, também em fruteiras, de onde se realça o abacate, o kiwi, a maçã e as prunóideas. A presença nos cereais de inverno e de verão e nas oleaginosas e proteaginosas é cada vez mais importante e, naturalmente, pelo aporte cada vez maior de tecnologia nos frutos secos, olival e vinha.
João Caço, diretor executivo da empresa, destaca com orgulho o crescimento que a empresa obteve nos últimos anos e a “capacidade em ajustar-se aos desafios constantes que o mercado agrícola assim exige, fruto do Grupo multidisciplinar a que pertencemos e aos profissionais exemplares que trabalham connosco. Trabalhamos diariamente na busca de soluções inovadores e que acrescentem valor efetivo aos nossos produtores. Não partilhamos a visão do “fazer igual ao outro” ou de que “já não podemos melhorar mais.”

Para ler na íntegra na edição 208 (outubro 2017)

Mais sobre o Grupo