Hortofruticultura

O que é que a banana (da Madeira) tem?

Tem sabor, tamanho e qualidade distintos, além de ser produção nacional. É por isso que, de acordo com a Gesba – Empresa de Gestão do Setor da Banana, Lda.- a Banana da Madeira é a marca de bananas que em Portugal Continental, apresenta o maior nível de notoriedade.

A produção de Banana da Madeira é realizada por mais de 2800 bananicultores, que cultivam pequenas explorações agrícolas – 85% das explorações têm menos de 1 hectare, e que no seu todo formam uma área de produção de cerca de 700 hectares, o que representa mais de 14% da superfície agrícola útil da Região.
A banana, que chega a ser vista como um símbolo do Arquipélago da Madeira, encontra as condições ideais para o seu desenvolvimento nos terrenos mais a Sul, entre o nível do mar e a cota dos duzentos metros de altitude. Entre esses privilégios encontram-se a temperatura elevada, dada pela boa exposição solar e água em abundância, proveniente do Norte da Ilha através de canais de irrigação: as levadas. Existem também algumas explorações consideráveis na costa Norte – Freguesias do Porto da Cruz e do Faial, contudo, com níveis de produção mais baixos.
A orografia, acidentada, leva a um grande parcelamento das terras e condiciona também o cultivo da banana, sendo o mesmo realizado em pequenas parcelas de terra, armadas em socalcos com muros de pedra aparelhada, em diferentes microclimas que a altitude e o relevo proporcionam. Não se trata de uma produção em escala, mas uma microprodução.
De destacar o impacto social, ambiental e paisagístico que a cultura da banana proporciona e que é vital para uma Região que se assume como destino de turismo de eleição. As pequenas parcelas de terreno, onde a habitação do produtor de Banana da Madeira (área social), faz muitas das vezes parte da exploração agrícola, caracterizam o litoral Sul madeirense. Uma paisagem distinta de todas as outras, pela forma como está organizada, que prima pela proximidade entre o produto e aquele que produz, em perfeita harmonia com o meio ambiente, tão apreciada pelos turistas que nos visitam. Quem nos faz esta caracterização é Jorge Dias, gerente da Gesba – Empresa de Gestão do Setor da Banana, Lda., que tem como principal missão a recolha da Banana da Madeira dos produtores, passando pela classificação, certificação, embalamento e preparação para a distribuição e comercialização.

Grande Reportagem de 8 páginas para ler na íntegra na edição 209 (novembro 2017)