Hortofruticultura

Calabonita RZ, a proposta da Rijk Zwann para os produtores de courgette

A Rijk Zwann dispõe de uma ampla gama de opções de variedades de hortícolas, onde as novidades se sucedem de acordo com o que a investigação vai produzindo. Com grande destaque em variedades de alface, e sobretudo nas destinadas à quarta gama, também dá cartas noutras culturas como o tomate (acabou de lançar o ALVALADE – um tomate de grande calibre, especialmente para saladas), a couve, o melão, pepino, pimento (…) e agora também a courgette.

Conforme nos explica o técnico da Rijk Zwann, Rui Vieira, a courgette é uma aposta da empresa tendo em conta o crescente interesse e consumo da mesma. Depois de mais de dez anos de investigação, há dois que a empresa está a realizar ensaios no terreno com a variedade “Calabonita”. Trata-se de uma variedade destinada essencialmente à produção em estufa e, embora as variedades de estufa normalmente não se comportem muito bem em ar livre, curiosamente a “Calabonita” também apresenta bons resultados na primavera e no outono. Já no verão “sofre” com as altas temperaturas e a muita luz. O momento ideal para ela serão as plantações de agosto até fevereiro, em estufa.
No campo demonstrativo que visitámos, na estufa do produtor João Ramos, a plantação começou no dia 1 de setembro e a colheita no dia 5 de outubro. Estão em ensaio duas variedades comerciais, a “Calabonita” para a fase de outono e primavera e a “Calagreen”, que é uma variedade mais robusta, mais capaz de suportar o frio, com o ciclo mais curto, que serve as plantações de novembro e dezembro. Ao mesmo tempo estão em ensaio mais quatro códigos que podem tornar-se variedades.
A estufa situa-se em Boavista, na região de Torres Vedras, onde beneficia de um microclima caracterizado por verões frescos que permitem produzir mais facilmente algumas culturas hortícolas.

Para ler na íntegra na edição 209 (novembro 2017)