Agropecuária

Prémios para os melhores suinicultores de Portugal

A cidade de Torres Vedras acolhe, no próximo dia 24 de novembro, sexta-feira, a segunda edição da Gala Porco d’Ouro, o evento que premeia os melhores produtores suinícolas do país. O evento terá lugar no Pavilhão Multiusos Expotorres e contará este ano com 37 explorações a concurso. A cerimónia irá premiar os produtores que apresentaram ao longo de 2016 os melhores índices técnicos de produtividade.

A cerimónia organizada pela Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) realiza-se, este ano, em parceria com a Câmara Municipal de Torres Vedras. A Gala contará com uma audiência de cerca de 700 profissionais da fileira, perante a qual serão entregues, os seguintes prémios para três categorias de explorações em análise: Prémio Produtividade Numérica; Prémio Taxa de Partos e Prémio Leitões desmamados por Porca Reformada.

Este ano serão, ainda, atribuídos os prémios especiais para a Produtividade Numérica Máxima, atribuído à exploração que apresentou a média mais elevada de leitões desmamados por porca produtiva num ano, entre todas as categorias, e o prémio “Porco Diamante” atribuído à exploração que, segundo os critérios de um júri independente, apresenta os melhores padrões de higiene, biossegurança e maneio.

Vítor Menino, Presidente da FPAS, declara que “a Gala Porco d’Ouro está a tornar-se um marco para o setor, e uma mostra da vitalidade do mesmo na economia nacional. Exemplo disso é o crescente número de agentes económicos interessados no evento, e o número de explorações a concurso. Pretendemos com esta cerimónia sensibilizar cada vez mais pessoas para a importância e a capacidade do setor suinícola no nosso país, e premiar aqueles que mais trabalharam para atingirem níveis de excelência num mercado tão competitivo.