Agropecuária Política Agrícola

Açores compensa produtores pelo abate de animais infetados com BVD

O Governo dos Açores vai passar a compensar os produtores pelo abate de todos os animais infetados com Diarreia Viral Bovina (BVD), contribuindo assim para acelerar o plano de erradicação desta doença.

O Diretor Regional da Agricultura, José Élio Ventura, refere que “na proposta de alteração da legislação do Plano de Erradicação da BVD, que está em fase de conclusão, conforme compromisso assumido perante os parceiros e na Assembleia Legislativa, prevemos compensar todos os animais persistentemente infetados que sejam abatidos”, afirmou José Élio Ventura na abertura da XVI Exposição Agrocomercial da Ilha Terceira.

Na sua intervenção, o Diretor Regional salientou que, num universo de aproximadamente 260 mil animais no arquipélago, já estão realizadas cerca de 94 mil análises em bovinos, representando uma percentagem de 0,57% de animais infetados, tendo sido abatidos 493 animais.

“A cedência de marcas auriculares específicas para o diagnóstico desta doença já abrange perto de 1.400 explorações. É um avanço enorme para o diagnóstico da BVD, que levará a uma mais célere erradicação desta doença”, frisou José Élio Ventura, acrescentando, no entanto, que os Açores possuem um “excelente estatuto” no âmbito da sanidade animal.

O Governo dos Açores iniciou em finais de 2016 o programa de controlo da BVD, que visa ajudar os agricultores a controlar, minimizar e erradicar esta doença das suas explorações.

José Élio Ventura frisou ainda que a Agroter é uma feira de referência no panorama regional e que, em 2018, decorrerá no novo Parque Multisetorial da Ilha Terceira, que está em fase final de construção.

“Estou convencido que vamos todos ficar a ganhar com esta mudança, dada a melhoria substancial das condições disponibilizadas para eventos desta e de outra natureza”, salientou José Élio Ventura.

A XVI Exposição Agrocomercial da Ilha Terceira decorre até domingo na Praia da Vitória, contemplando zonas de exposição agrícola e comercial, bem como concursos de animais.

Fonte: Portal do Governo