Política Agrícola

CNA e Adaco defendem plano de contingência para Ovelha Bordaleira da Serra da Estrela

De acordo com o comunicado da CNA, os incêndios de outubro mataram cerca de mil ovelhas Bordaleiras da Serra da Estrela (raça autóctone em Livro Genealógico gerido pela ANCOSE) de entre um total de cinco mil cabeças de gado, principalmente ovinos. Uma vez que a seca continua, a CNA e a Associação dos Agricultores de Coimbra (ADACO) acabam de propor e reclamar ao Ministério da Agricultura e ao Governo a rápida aplicação de um “Plano Integrado de Contingência” complementar a outras ajudas já definidas tanto por causa da seca como dos incêndios.

A CNA continua também a reclamar ao Ministério da Agricultura e ao Governo a criação e gestão de numerosos Parques de Receção (e comercialização) de Madeiras “salvadas” dos incêndios deste ano e, em especial, dos de outubro.

No seu comunicado da CNA pode ler-se ainda: “mal vieram as primeiras chuvas logo as cinzas e outros detritos provocados pelos incêndios foram arrastados para as linhas de água, para ribeiros e rios – que já estão poluídos – o que põe em causa a saúde pública.

Para isso é indispensável – e é urgente – que o Ministério da Agricultura, Ministério do Ambiente, Governo e Autarquias mais efetadas se deem conta da catástrofe ambiental que já temos e que ameaçada agravar-se e para que – com sabedoria, eficácia e recursos, designadamente financeiros – intervenham no terreno de forma preventiva, corretiva, planificada e abrangente”.