Internacional Vinha & Vinho

Vinhos do Tejo apostam na promoção em mercados externos

Desde 2014 é notória a aposta que a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVRT) tem vindo a fazer na promoção internacional dos Vinhos do Tejo. Um estudo, promovido pela Wine Intelligence, identificou Alemanha, Brasil, China, Estados Unidos da América, Polónia e Reino Unido como mercados estratégicos. Foi desenhado um Plano de Acções Promocionais que tem vindo a ser implementado e que permitiu um crescimento global de 57%, entre 2014 e 2017, nesses mercados.

Se da China e da Polónia este anos já vieram duas comitivas de críticos de vinho, jornalistas, bloggers, sommeliers e outros representantes do comércio visitar a região, este mês é tempo dos Vinhos do Tejo viajarem para fora de Portugal. Esta semana vão estar no Brasil para mais uma edição da VINOTEJO, a Grande Prova Anual dos Vinhos do Tejo. Segue-se a Alemanha, com a estratégica presença na maior feira mundial de vinhos, a ProWein, em Dusseldorf, de 18 a 20 de Março.

‘Visitas Inversas’ trazem chineses e polacos ao Tejo

‘Visitas Inversas’ é uma iniciativa que a CVRT estreou em 2014 e que tem vindo a colher generosos frutos; destinam-se a trazer à região especialistas internacionais ligados à promoção e compra de vinho. Os programas são desenhados a preceito para cada mercado e têm como objetivo mostrar o Tejo, como região produtora de vinhos, destacando o seu potencial, a sua história e tradição, os seus terroirs, as suas castas mais características e os seus produtores mais representativos e, é claro, os seus vinhos.

Da China veio um grupo de debutantes, na medida em que era a primeira vez que visitavam não só a região do Tejo, mas o nosso país. Não foi, contudo, a primeira vez que os Vinhos do Tejo receberam representantes chineses na região. A China é um mercado emergente e com enorme potencial no que toca à importação de vinhos, sendo por isso imperativo estreitar relações. Os chineses têm uma cultura de negócio bastante peculiar, valorizando o contacto direto com as pessoas: gostam de conhecer o produtor e o local de produção, valorizando assim o produto final. A visita foi há menos de um mês e já há contactos firmados, com encomendas a caminho da China.

O grupo de polacos veio para uma recheada jornada de três dias. Foram catorze os produtores que estiveram em contacto com este grupo, dando a provar uma seleção dos seus vinhos e mostrando que o Tejo tem tudo para vingar na produção vitivinícola. Adega do Cartaxo, Casal Branco, Casa Cadaval, Casal da Coelheira, Casal do Conde, Enoport, Falua, Fiuza, João M Barbosa Vinhos, Pinhal da Torre, Quinta da Alorna, Quinta da Badula, Quinta da Lagoalva, e Quinta da Ribeirinha foram os contemplados..

Grande Prova Anual dos Vinhos do Tejo no Brasil a 08 de Março

A ‘Caravana dos Vinhos do Tejo’ fez a travessia do Atlântico para participar em mais uma, a 5.ª edição da VINOTEJO, tida como a Grande Prova Anual do Vinhos do Tejo no Brasil.

Agro-Batoréu, Adega do Cartaxo, Enoport – United Wines, Falua, Fiúza & Bright, Quinta da Alorna, Quinta da Ribeirinha e Quinta do Casal Monteiro são os oito produtores que, este ano, acompanham a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo nesta iniciativa, que tem lugar no dia 08 de março, no Clube Athletico Paulistano, em São Paulo.

Os produtores levam as suas referências vínicas na bagagem, para mostrar aos brasileiros o potencial do terroir desta região. Entre brancos, rosés, tintos e espumantes, todos os vinhos em questão são reconhecidos e premiados pela CVRT. Dividido em três partes, o evento destina-se à comunicação social (14h00 às 15h00), a empresas e profissionais do sector (15h00 às 18h00) e a enófilos e público em geral (18h00 às 20h00).