Empresas & Produtos Hortofruticultura

Aromáticas Vivas voltam a receber medalhas de ouro

Pelo quinto ano consecutivo, a empresa Aromáticas Vivas, com sede em Viana do Castelo, vê algumas das suas ervas aromáticas serem premiadas com medalha de ouro, no 5º Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas, organizado pelo CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – e pela Qualifica. Na edição deste ano, foi a vez dos orégãos e poejo receberem esta primeira distinção, a par do manjericão que recebe a medalha desde há cinco anos.

A contar com medalhas e prémios desde 2014, a Aromáticas Vivas tem vindo a distinguir-se na categoria de Ervas Aromáticas Frescas deste concurso, onde se incluem também as provas nacionais de produtos tradicionais portugueses.
Com o objetivo principal de “premiar, promover, valorizar e divulgar as ervas aromáticas tradicionais, genuínas e exclusivamente produzidas em Portugal” – conforme referido no regulamento – o concurso vai já na sua 5ª edição e contará com a habitual presença da Aromáticas Vivas na próxima Feira Nacional de Agricultura, a realizar-se em junho de 2018, para a entrega das medalhas.
No comunicado enviado às redações pode ler-se que “o prémio vem reforçar a notoriedade daquela que é a maior produtora de ervas aromáticas em vaso do país e que diariamente produz cerca de 16 variedades de plantas aromáticas para o mercado ibérico, em vaso ou cortadas, ao longo de todo o ano”.