Bio Cereais Evento realizado

Cersul organiza dia de campo sobre Cereais Biológicos

No próximo dia 8 de maio, a Cersul- Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul, realiza um Dia de Campo dedicado à produção de cereais (trigo mole, trigo duro, cevada e aveia), conduzidos em Modo de Produção Biológico.

A crescente procura da indústria alimentar por cereais de qualidade para elaborar farinhas e outros produtos com valor acrescentado motiva os agricultores associados da Cersul a inovar, procurando alternativas de produção mais rentáveis.

“Os cereais biológicos são um nicho de mercado, mas podem valer o dobro dos cereais convencionais e têm atualmente uma forte procura por parte da indústria das farinhas e de outras indústrias alimentares, que desafiaram a Cersul a investigar e a apurar o Modo de Produção Biológico para conseguir comprar matéria-prima em Portugal”, explica José Maria Falcão, agricultor e membro da direção da Cersul. Ao mesmo tempo acrescenta que “este dia de campo será uma primeira mostra do trabalho que estamos a realizar para responder à procura do mercado e à necessidade de rentabilizar as explorações agrícolas dos nossos associados”.

A jornada decorrerá na Herdade Monte do Campo, no concelho de Elvas, que está a ser reconvertida para Modo de Produção Biológico e onde foram instalados de 5 hectares de cereais de Outono-Inverno (trigo mole, trigo duro, cevada e aveia), em outubro de 2017. Estão em teste várias técnicas de condução (sementeira convencional vs. sementeira com maior espaço na entrelinha para controlo mecânico de infestantes) e de fertilização destas culturas. A rega é gerida com o apoio de sondas de medição da humidade do solo em contínuo, para maior eficiência e poupança do recurso água.

Após a visita ao campo, terá lugar uma discussão em sala com a participação de: um conhecido especialista francês em agricultura biológica da ARVALIS + Institute de l’Agriculture Biologique Francaise, de investigadores do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) de Elvas, que estão a desenvolver novas variedades de cereais mais resistentes à seca, a pragas e a doenças, e de investigadores da Escola Superior Agrária de Elvas, que falarão sobre rotações culturais e fertilização de cereais em ambiente mediterrânico. A AGRICERT informará os agricultores sobre as regras do Modo de Produção Biológico e as mudanças necessárias nas explorações agrícolas para aderirem a este sistema produtivo.

Da parte da tarde decorrerá uma visita a campos de cereais produzidos em modo convencional (trigo duro e trigo mole em regadio e cevada dística em sequeiro).