Sanidade vegetal

10 largadas de Torymus sinensis em Arcos de Valdevez

De forma a ajudar os agricultores a combater a vespa das galhas do castanheiro, a DRAPN e a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, com o apoio pelo 3º ano consecutivo da Câmara Municipal,  voltaram a proceder, na semana passada, ao tratamento biológico das culturas, através de 10 largadas do inseto Torymus sinensis em várias localidades do concelho, nomeadamente em Vilela, Portela, Vale, Tabaçô, Arcos Salvador, Paçô, Jolda Madalena, Padreiro Salvador, Vila Fonche e Rio de Moinhos.

A Vespa-das-galhas-do-castanheiro (Dryocosmus kuriphilus Yasumatsu) é um inseto minúsculo, originário da China, que ataca as plantas do género Castanea, causando a formação de galhas nos gomos e nas folhas. Provoca a diminuição do crescimento dos ramos e impede a frutificação, podendo conduzir ao declínio e morte dos castanheiros, constituindo assim uma séria ameaça à sustentabilidade de soutos e castinçais.

De referir que as quebras de produção podem atingir os 60%-80% nas regiões atingidas caso não se intervenha eficazmente.