Vinha & Vinho

Concurso Vinhos de Portugal 2018 elegeu o ‘Melhor Branco Especial’ no Tejo

De acordo com os resultados do ‘Concurso Vinhos de Portugal 2018’, organizado pela ViniPortugal e cuja cerimónia de entrega de prémios decorreu na passada sexta-feira, dia 19 de maio, no Convento do Beato, em Lisboa, o portefólio de Vinhos do Tejo soma o galardão do ‘Melhor Vinho Branco Especial’, quatro medalhas ‘Grande Ouro’, seis medalhas de ‘Ouro’ e doze medalhas de ‘Prata’.

Em primeira linha temos o ‘Falcoaria Colheita Tardia branco 2014’, da Casal Branco Sociedade de Vinhos, que ratifica a sua qualidade com uma medalha de ‘Grande Ouro’, seguida do apuramento para a eleição do ‘Melhor Vinho Branco Especial’. O ‘Casal da Coelheira Private Collection tinto 2015’ também comprova a sua singularidade no universo vínico com a conquista do ‘Grande Ouro’. As duas referências foram eleitas entre os três ‘Melhores Vinhos’ (com medalhas de Excelência) do IX Concurso Vinhos do Tejo, que teve lugar no passado mês de março, em Tomar.

De entre os produtores de Vinhos do Tejo que colocaram os seus vinhos à prova neste Concurso, foram 12 as “casas” premiadas, tendo a Sociedade Agrícola Casal da Coelheira inscrito quatro vinhos no pódio, e a Adega Cooperativa de Almeirim e a Falua – Sociedade de Vinhos três, cada. A Adega do Cartaxo, a Enoport e a Lagoalva viram dois vinhos premiados. Com um vinho medalhado estiveram: Casal Branco (o mesmo vinho a acumular ‘Grande Medalha de Ouro’ e ‘Melhor Branco Especial’), Casal do Conde, Quinta da Alorna, Quinta da Badula, Quinta da Ribeirinha e Romana Vini.

O maior concurso de vinhos nacional levou à prova mais de 1.300 referências de 371 produtores e avaliados por um júri composto por mais de 160 jurados, entre especialistas em néctares produzidos em Portugal e lá fora, enólogos, jornalistas e outras entidades com ligação ao universo vínico.