Empresas & Produtos

Aquisição da Monsanto pela Bayer está formalmente concluída

O dia 7 de junho ficou marcado na história da Bayer pela conclusão, com sucesso, da aquisição da Monsanto. Em nota enviada às redações a Bayer afirma que a partir de agora as ações da companhia norte americana não continuarão a ser negociadas na bolsa de Nova Iorque, sendo a Bayer a única proprietária da Monsanto Company.

“Hoje é um grande dia para: os nossos clientes – agricultores de todo o mundo que conseguiremos ajudar a proteger e melhorar as suas colheitas; para os nossos acionistas, porque a transação tem o potencial de criar valor significativo; e para os consumidores e a sociedade em geral, porque estaremos ainda melhor posicionados para ajudar os agricultores a nível mundial, a cultivar alimentos mais saudáveis e acessíveis de forma sustentável. Como líderes de inovação na agricultura, oferecemos aos colaboradores por todo o mundo, empregos atraentes e oportunidades de desenvolvimento”, afirma Werner Baumann, Presidente do Conselho de Administração da Bayer. No cominucado lê-se ainda “as nossas metas de sustentabilidade são tão importantes para nós, quanto para as nossas metas financeiras. O nosso objetivo é viver de acordo com a responsabilidade elevada que uma posição de liderança na agricultura implica, para aprofundar o nosso diálogo com a sociedade.”

“A conclusão de hoje representa um importante marco para a criação da visão de uma empresa líder, apoiando os produtores nos seus esforços para serem mais produtivos e sustentáveis para o benefício do nosso planeta e dos consumidores”, refere Hugh Grant, Presidente e CEO da Monsanto. “Estou orgulhoso do caminho que construímos como Monsanto e esperamos que a companhia combinada ajude no avanço da agricultura moderna”, conclui.Top of FormBottom of Form

Liam Condon, membro do Conselho de Administração, irá liderar a divisão combinada da Crop Science quando a integração começar. Até lá, a Monsanto irá operar independentemente da Bayer.