Empresas & Produtos Hortofruticultura Inovação

Maior instalação agrícola vertical do mundo vai ser no Dubai

A Emirates Flight Catering (EKFC) e a Crop One anunciam que irão co-investir 40 milhões de dólares americanos para construir a maior instalação agrícola vertical do mundo, perto do Aeroporto Internacional Al Maktoum, na Dubai World Central. O projeto é uma parceria com a Crop One Holdings, com sede nos EUA, a principal operadora agrícola vertical do mundo.

Sua Alteza o Sheikh Ahmed bin Saeed Al-Maktoum, Presidente e Diretor Executivo do Grupo Emirates e da Emirates Airlines, afirmou que “este investimento para construir e operar a maior instalação vertical de agricultura do mundo está alinhado com o desejo dos Emirados Árabes Unidos em ter autossuficiência agrícola, uma visão que começou com o falecido HH Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan, pai fundador dos Emirados Árabes Unidos. A introdução de tecnologia inovadora nas instalações também melhora a posição do Dubai como um centro de inovação global”.

“Com um dos maiores serviços de catering de companhias aéreas do mundo, a Emirates Flight Catering procura constantemente inovar e encontrar novas formas de melhorar a nossa produtividade, qualidade de produtos e serviços. Utilizando a mais recente tecnologia nas nossas operações, protegemos a nossa própria cadeia de fornecimento de vegetais frescos de alta qualidade e de origem local, reduzindo significativamente a nossa pegada ambiental. Temos o prazer de ter como  parceira a Crop One, a maior produtora e distribuidora do setor e uma empresa de sucesso que partilha connosco os valores corporativos”, referiu Saeed Mohammed, Diretor Executivo da Emirates Flight Catering.

Quando concluída, a instalação agrícola vertical cobrirá 130.000 metros quadrados, mas terá uma produção equivalente a 3.642.170 metros quadrados de terras agrícolas. Diz ainda o comunicado da empresa que, na produção total, a instalação irá colher diariamente três toneladas (2.700 kg) de legumes de alta qualidade, sem herbicidas e livres de pesticidas, usando 99% menos água do que os campos ao ar livre. A proximidade da produção até o ponto de consumo também reduz substancialmente as emissões de carbono associadas ao transporte.

O início da construção da instalação está previsto para novembro de 2018 e levará aproximadamente um ano para ser concluída. Os primeiros produtos devem ser entregues aos clientes da Emirates Flight Catering, incluindo 105 companhias aéreas e 25 aeroportos, em dezembro de 2019.