Cinegética Política Agrícola

Reforço da vigilância da mixomatose

Segundo a DGAV, Direção Geral de Alimentação e Veterinária, o vírus da mixomatose circula há várias décadas em Portugal, afetando quer o coelho doméstico, quer o coelho-bravo.

Informa ainda este organismo que, noutras partes da Europa, existem casos confirmados de infeção em lebres-europeias (Lepus europaeus). Trata-se de uma doença que apenas afeta lagomorfos, não sendo transmissível aos humanos.
Recentemente, foi confirmada, pela primeira vez, a infeção em lebre (Lepus granatensis), em Espanha, pelo Laboratorio Central de Veterinaria de Algete, embora ainda esteja em curso a investigação epidemiológica, assim como outras análises laboratoriais, a fim de determinar a(s) causa(s) da mortalidade verificada naquela espécie.

Na sequência da recente confirmação de mixomatose em lebre (Lepus granatensis) pela primeira vez em Espanha, a DGAV divulga Recomendações ao Setor da Caça