Hortofruticultura

Pera Rocha com quebra de produção

A Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha aponta uma previsão de quebra na produção, em relação à colheita anterior.

A agravar este cenário está o escaldão do início do mês de agosto, e segundo esta Associação de Produtores há a possibilidade inclusive de o próprio calibre ter sido atingido, temendo portanto que tenha havido uma pequena paragem e que não se atinja o expectável em termos dos próprios calibres.

Os produtores admitem assim que este ano possa haver menos 30 mil toneladas de Pera Rocha, um fruto com Dominação de Origem Protegida.

Outro problema segundo a ANP, é a falta de mão de obra, já que as campanhas são cada vez mais tardias e próximas do ano letivo o que afastam os jovens, por isso os produtores contratam mão de obra no estrangeiro, “um processo muito burocrático por parte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, podendo mesmo atingir um período de meio ano se a contratação for de pessoas fora da União Europeia.