Opinião

Estou satisfeito por fazer luta biológica

Rúben Araújo, PROFLOR


Estou satisfeito por fazer luta biológica na minha exploração. Em primeiro lugar, consegue-se banir por completo a utilização de químicos na estufa e, depois, tenho a certeza de que a utilização de auxiliares é mais benéfica para a planta.

O principal handicap é o custo e admito que, se fosse mais baixo, poderia aumentar o número de auxiliares, o que decerto traria ainda melhores resultados no controlo das pragas. Na estratégia da PROFLOR, hoje,apenas fazemos luta química de forma residual, sendo a restante proteção da cultura realizada à base de auxiliares e produtos não químicos.