Agroalimentar

Queijo São Jorge DOP apresentou-se em Portugal continental

É com base na crença de que vacas que vivem felizes ao ar livre produzem os melhores produtos lácteos que a LactAçores, união de cooperativas produtoras de lacticínios dos Açores, comercializa em exclusivo os produtos das ilhas do arquipélago.

Um dos mais destacados – o Queijo São Jorge DOP – foi apresentado pela empresa em Portugal continental, num evento que teve como objetivo dinamizar e sensibilizar para a importância deste produto na economia regional e no Património Gastronómico Nacional. Marcaram presença vários membros do governo, profissionais do setor dos lacticínios e o Chef Vítor Sobral, que contribuiu com o pão da sua Padaria da Esquina numa degustação de queijos e vinhos açorianos.

É da Uniqueijo que sai este queijo tradicional, produzido em exclusivo na ilha de São Jorge desde que esta foi descoberta, no século XV.

Entre as suas principais características, bem distintas dos restantes queijos da ilha, a LactAçores aponta o aroma e sabor forte e ligeiramente picante. Particularidades que se vão acentuando com o tempo de cura, que pode ir dos 3 aos 36 meses; a consistência firme, de pasta amarelada, dura ou semi-dura; e um processo de fabrico artesanal que inclui o coalho animal, de leite de vaca inteiro e cru, o fermento natural e a salga direta na massa. O Queijo São Jorge DOP está disponível nos formatos inteiro, quartos, fatias, rolos e ralado.

Sobre a LactAçores

Fundada em 2004 nos Açores, é formada por cooperativas que representam cada ilha do arquipélago, entre elas a Uniqueijo (São Jorge), a C.A.L.F (Faial), a Unileite (São Miguel) e a Leite Montanha (Pico). Operando a nível global, com exportações para os cinco continentes, a LactAçores comercializa essencialmente leite, natas, queijos e manteiga, através da distribuição dos seus produtos, do armazenamento e do apoio logístico, trabalhando no total com 1113 produtores, 569 funcionários e 238.504.381 litros de leite. As plataformas vocacionadas para o abastecimento dos mercados encontram-se nas ilhas de São Miguel, São Jorge, Faial e em Portugal Continental, no complexo logístico de Vila Franca de Xira, que tem capacidade para 800 toneladas de queijo e manteiga e 9 milhões de litros de leite.