Agroalimentar Inovação Internacional

Portugal esteve ao nível dos melhores na Ecotrophelia 2018

A PortugalFoods faz um balanço muito positivo da segunda participação na competição europeia ECOTROPHELIA, que premeia a eco-inovação alimentar e onde competem equipas do ensino superior de 17 países europeus. A competição decorreu na feira internacional SIAL Paris, nos dias 21 e 22 de outubro e Portugal esteve representado pela equipa Bean Ready com uma feijoada vegetariana pronta-a-comer confecionada com produtos tradicionais portugueses.

Portugal participou pela segunda vez no prémio ECOTROPHELIA Europe, uma competição europeia que premeia a eco-inovação alimentar e onde competem equipas de estudantes do ensino superior de 17 países europeus. O balanço desta segunda participação é claramente positivo, confirmando a aposta feita pela organização portuguesa em estimular a inovação e o empreendedorismo junto da comunidade científica e académica, assim como do setor agroalimentar nacional.
Para Amândio Santos, Presidente da PortugalFoods, entidade que promoveu a competição nacional em coorganização com a FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares, “a participação no Ecotrophelia Europe em plena SIAL Paris representa uma oportunidade única de imersão num meio de inovação e negócio agroalimentar que naturalmente traz visibilidade ao projeto concretizado pela Bean Ready. A equipa demonstrou estar à altura deste desafio com uma performance que deve orgulhar Portugal”, afirma. Em simultâneo ao Ecotrophelia Europe, Portugal esteve igualmente representado por um espaço conjunto de 72 empresas sob a marca “PortugalFoods” onde também o Ecotrophelia Portugal teve um espaço dedicado. Já com lançamento previsto da próxima edição do Ecotrophelia em Portugal, Amândio Santos reafirma o potencial que esta iniciativa pode ter em contexto académico com vista a disponibilizar o talento e competências destes jovens (futuros) profissionais do setor às empresas nacionais.
Em representação de Portugal na competição europeia esteve Bean Ready, a equipa vencedora da competição nacional do ECOTROPHELIA Portugal em maio passado. Bean Ready é uma feijoada vegetariana pronta-a-comer, fonte de fibra e proteína, à base de produtos como feijão, cogumelos, couve e enchidos vegetais, acompanhada pelo tradicional arroz Carolino português. O produto foi desenvolvido por uma equipa de estudantes da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa e da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho, que apostou na valorização do consumo de leguminosas, no aproveitamento dos recursos endógenos e na adequação de uma refeição tradicional às tendências do mercado.
Segundo Tim Hogg, representante de Portugal no júri europeu da competição, a prestação da equipa portuguesa foi “excelente, muito bem aceite e muito profissional”, afirma, sublinhando a “grande empatia” criada com o júri e o interesse suscitado pelo produto apresentado que, sendo tipicamente português, não está muito distante da realidade gastronómica de outros países do norte da Europa. Tim Hogg considera que o produto português esteve no mesmo patamar de qualidade e de apresentação dos restantes candidatos e, sendo o processo de avaliação por parte do júri subjetivo, é só uma questão de tempo até Portugal começar a ganhar prémios nesta competição. Dada a qualidade evidenciada nas prestações, quer portuguesa quer dos concorrentes europeus, “todos vão ter de melhorar na próxima edição”, assegura. A presença de produtos vegan como alternativas à carne, de produtos que requerem envolvimento do consumidor na sua confeção e de produtos feitos com recurso a ingredientes normalmente não usados na  alimentação humana, são as principais tendências em termos de produtos apresentados no concurso.
Para Tim Hogg, a participação portuguesa no ECOTROPHELIA Europa passou a ser uma presença permanente, uma vez que, por parte das instituições de ensino superior e empresariais, é entendida “como uma forma de mobilizar a comunidade”. “As instituições de ensino e os estudantes só têm a ganhar com a experiência”, garante, realçando a “oportunidade única” para os futuros profissionais de conhecer o mundo do setor alimentar e fazer contactos numa montra internacional como é a feira SIAL Paris.
A décima edição do Prémio ECOTROPHELIA Europa decorreu nos dias 21 e 22 de outubro, no HALL #4 da feira SIAL Paris, em França, a maior exibição de inovação e negócio agroalimentar da Europa. Concorreram equipas constituídas por estudantes do ensino superior de 17 países europeus: Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Lituânia, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, Roménia e Sérvia. Foram atribuídos cinco prémios: Ouro (5.000€) à Roménia, Prata (3.000€) à Dinamarca, Bronze (2.000€) à Alemanha, “Prémio COUP DE COEUR” (1.000€) à França e “Melhor Estratégia de Comunicação” (500€) aos Países Baixos. Como resultado do ECOTROPHELIA Europa, uma centena de produtos desenvolvidos por equipas participantes foram industrializados ou comercializados na
última década.