Evento realizado Política Agrícola

PAC Pós 2020 e Novo Regime Contributivo

A CONFAGRI organiza, em conjunto com o Centro de Gestão Região Douro Sul, no próximo dia 3 de dezembro, uma sessão de esclarecimento destinada a informar os seus associados e a comunidade agrícola sobre as principais alterações na PAC após 2020, bem como no “novo regime contributivo dos trabalhadores independentes”.

O encontro terá lugar no auditório da Biblioteca Municipal de São João da Pesqueira e conta com o apoio da CCAM Douro e Côa, bem como da Câmara Municipal de São João da Pesqueira.

A sessão tem início às 14h30 e contará com a intervenção de Manuel Cordeiro, Presidente da Câmara Municipal de São João da Pesqueira, de Francisco Silva, Secretário-geral da CONFAGRI e de Virgílio Lopes, Presidente do Conselho de Administração da CCAM Douro e Côa.

Às 15h00 decorre a apresentação dos temas com moderação de Adelino Lopes, do Centro de Gestão da região Douro Sul. O Professor Arlindo Cunha, da Universidade Católica e ex-ministro da Agricultura, apresentará o tema “A Política Agrícola Comum – o que poderá mudar após 2020?”, seguindo-se Albino Alves, técnico da CONFAGRI, com “o Novo Regime Contributivo dos trabalhadores Independentes: Implicações na Atividade Agrícola”.

O programa continua com debate às 16h00 e termina às 16h30 com um porto de honra.

CONFAGRI apela à participação nas sessões de esclarecimento

A CONFAGRI, consciente das dificuldades que muitos dos profissionais deste setor, especialmente os pequenos e médios agricultores, têm em entender o enquadramento legal de muitas destas matérias relacionadas com questões burocráticas, de fiscalidade e segurança social, tem o cuidado de organizar várias sessões de esclarecimento, de norte a sul do país, a fim de conseguir chegar a todos, ou quase todos. “E porque sabemos que isto constituiu uma grande preocupação na vida destes trabalhadores, queremos estar presentes e apoiar neste processo de adaptação e de mudança para que a transição decorra de forma natural e sem constrangimentos para a atividade diária dos nossos associados”, esclarece Francisco Silva, secretário-geral.

O secretário-geral da CONFAGRI apela à presença e participação dos associados para que não haja mal entendidos nem falta de informação. “Para se puder usufruir de todos os direitos na sua plenitude temos de estar esclarecidos, por isso é da máxima importância ouvir aquilo que os nossos técnicos e especialistas têm para dizer sobre estas matérias que comprometem o futuro do setor e o futuro de cada um destes empresários”.