Política Agrícola

Estatuto do Jovem Empresário Rural aprovado em Conselho de Ministros

É com muito agrado que a AJAP – Associação dos Jovens Agricultores de Portugal, constata que o diploma do JER – Jovem Empresário Rural- foi aprovado ontem (13 de dezembro) em Conselho de Ministros, pela mão do responsável da pasta da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

Diz a Associação em nota de imprensa que este tema foi objeto da tese de mestrado em Economia Agrária e Sociologia Rural, de Firmino Cordeiro, então presidente da AJAP, defendida em 2008.

“Dada a importância do tema e à sua cada vez maior relevância, praticamente à escala mundial, tem em Portugal assumido um particular destaque, devido a um interior quase sem pessoas, com residentes cada vez mais envelhecidos, com pouco investimento e a perder paulatinamente serviços, sem os quais não se consegue fixar pessoas”, diz o documento, acrescentando que a 11 de novembro de 2017, acrescentou aos estatutos da AJAP a figura do JER, por forma a conferir legitimidade à Organização, na defesa e insistência para que esta fosse legislada e aceite pelo Governo e tudo faremos para que lhe possam ser associados meios, prioridade e incentivos.

“Estas duas figuras (Jovem Agricultor e Jovem Empresário Rural) são distintas, é certo, mas complementares, pois convivem e podem interligar-se no Espaço Rural e dar um excelente contributo para que o Interior possa rejuvenescer, tornar-se mais dinâmico, empreendedor e gerar postos de trabalho”, termina, reforçando que “Portugal precisa, e o Governo está de parabéns porque reconheceu e fez o que lhe compete”.