Hortofruticultura Investigação

Novos Porta – Enxertos de Castanheiro com resistência à doença da tinta

Decorreu na Unidade Piloto de Experimentação do Castanheiro do INIAV I.P., na Tapada na Eira, concelho de Marvão, mais uma ação de divulgação do Projeto ALT20-03-0246-FEDER-000011 – NEW Cast Rootstocks, financiado pelo Programa Alentejo 2020.

A ação iniciou com o vídeo do projeto, seguindo-se a apresentação da Unidade Piloto, onde se vão produzir os novos clones melhorados de castanheiro, com resistência à doença da tinta, no total de quatro, selecionados do programa de melhoramento genético iniciado pelo INIAV em 2006. Foram demonstradas as técnicas utilizadas na sua produção, as caraterísticas técnicas da estufa e o campo de demonstração. Esta ação constituiu uma excelente oportunidade de partilha de conhecimento e informação sobre a cultura do castanheiro e seu desenvolvimento na Região de Marvão. Face ao sucesso desta ação, estão já a ser agendadas novas ações para 2019.

Uma nova geração de porta-enxertos híbridos de castanheiro
O Projeto New Cast Rootstocks – Novos Porta-Enxertos de Castanheiro é um projeto inovador e pioneiro na Península Ibérica, que tem como objetivo a divulgação uma nova geração de porta-enxertos híbridos de castanheiro, com resistência à doença da tinta, resultantes do Programa de Melhoramento Genético, iniciado em 2006, pelo INIAV I.P. (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária), bem como a criação de uma unidade piloto para a sua produção. O programa de melhoramento genético é baseado em cruzamentos controlados, entre a espécie europeia, Castanea sativa, muito sensível ao agente patogénico, e as espécies Asiáticas resistentes: Castanea crenata (castanheiro japonês) e Castanea mollissima (castanheiro chinês), com o objetivo de introgressão de genes de resistência das espécies Asiáticas, na espécie Europeia.

Rita Lourenço Costa
Investigadora Doutorada e Habilitada do INIAV I.P.

Para ler na íntegra na Voz do Campo n.º 222 (janeiro 2019)