Opinião

“É preciso resposta por parte da investigação”

Ana Paula Carvalho, DGAV

O atual momento, com a retirada de substâncias ativas do mercado e a dificuldade em encontrar outras que as substituam obriga a uma mudança de paradigma. É preciso resposta por parte da investigação de modo a que tenhamos novas soluções para a cultura do arroz. Há esperança nalguns produtos que estão no pipeline a nível comunitário, que possam surgir não a curto mas a médio prazo. Até lá é preciso encontrar soluções urgentemente.