Formação Olival & Azeite

ISA inova em Olival de demonstração

ISA inova em Olival de demonstração o que permitirá dar aos alunos a mais avançada formação numa área de crescente importância económica em Portugal

Face às mudanças económico-sociais que ocorreram nos últimos anos no setor da olivicultura, em Portugal, tornou-se claro para o Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, a necessidade de desenvolver uma disciplina de Olivicultura e Tecnologia do Azeite.

Da responsabilidade da Prof.ª Cristina Oliveira no sentido de apoiar o ensino e a investigação nesta área, bem como de permitir ao Laboratório de Estudos Técnicos do ISA (vulgo Laboratório de Azeites) desenvolver novas metodologias de análise de material fresco, que permitam melhor apoiar, técnica e cientificamente, os produtores portugueses e, consequentemente, permitir a transferência deste conhecimento para o mercado e para os consumidores.

O conceito a desenvolver seria o de um campo de demonstração e ensaios, com as condições adequadas, que não existiam no olival tradicional da Alameda das Oliveiras, com variedades atualmente em produção nos olivais modernos.

O local foi identificado – um campo agrícola de nogueiras, por detrás do Auditório da Lagoa Branca, que já não tinha as características pretendidas (era velho, as plantas existentes não eram exemplares das variedades, mas sim os porta-enxertos, e o terreno estava pleno de infestantes).

Alinhando um conjunto de vontades – desde Docentes de várias áreas, a Alunos e Funcionários – foi possível garantir a execução das várias operações, a muito baixo custo.

Assim, após um estudo prévio das características químicas do solo, efetuado peloProf. Henrique Ribeiro, de forma a definir as correções a fazer, foram realizadas as seguintes operações: