Opinião

“A Associação quer representar o interesse dos produtores de norte a sul, sem colidir com as associações locais”

Rui Silva, ANPM (Associação Nacional de Produtores de Mirtilo) – durante uma palestra organizada pela Revista Voz do Campo em Sever do Vouga.

À medida que forem terminando os cinco anos de apoio aos projetos, muitos produtores irão desaparecer, porque o mercado está cada vez mais apertado. “porque o mercado está cada vez mais apertado (…).

A falta de mão de obra e a drosófila são dois dos principais problemas e muito ligados entre si, porque não colher vai aumentar o nível da praga no pomar e o próprio preço está relacionado com ambas. A solução tem passado pela contratação de mão de obra estrangeira (mais cara que a local).