Política Agrícola

Ministério da Agricultura tem nova liderança

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, aceitou a proposta do Primeiro-Ministro indigitado, António Costa, para os membros do XXII Governo Constitucional, onde constam algumas novidades, entre as quais na tutela da Agricultura que nos últimos anos teve Luís Capoulas Santos à sua frente.

A pasta da Agricultura vai ser assumida por Maria do Céu Albuquerque, natural de Abrantes, licenciada em Bioquímica pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e pós-graduada em Gestão da Qualidade e Segurança Alimentar pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz.

Na nota biográfica disponível no site do Governo lê-se ainda que foi Presidente da Câmara Municipal de Abrantes durante 9 anos e desde 2013 presidiu ao Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Foi membro do Conselho Económico e Social e do Conselho das Comunidades e Regiões da Europa na Comissão Permanente para a Igualdade das Mulheres e dos Homens na Vida Local. É membro do Comité de Acompanhamento do Programa Operacional Regional do Centro – Centro 2020, e da Comissão Executiva da Entidade Regional do Turismo Centro de Portugal, presidindo também à direção da TecParques – Associação Portuguesa de Parques de Ciência e Tecnologia. Recebeu as distinções «Autarquia +Familiarmente Responsável», «Prémio Municipal Viver em Igualdade», prémio «The Tesla Sustainable Leadership Award» categoria Liderança, «Prémio Women of the Decad in Public Life», Galardão da All Ladies League.

Desde fevereiro de 2019 exercia a função de Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional do XXI Governo Constitucional.

Refira-se que a tutela das Florestas, até aqui sob alçada deste Ministério, é transferida para o Ambiente “unificando a tutela ICNF, robustecendo a prevenção incêndios e reforçando o combate às alterações climáticas”.