Hortofruticultura Inovação Internacional

Fruit Attraction 2019, o evento de referência mundial para a comercialização de frutas e hortaliças

A Fruit Attraction 2019 encerrou as portas da sua 11ª edição com a participação de 89.390 profissionais de 127 países, o que representa um crescimento de 12% em relação ao ano anterior, posicionando-a como a mais global das suas edições.

Organizada pela IFEMA e pela FEPEX, a Fruit Attraction 2019, que se realizou de 22 a 24 de outubro, apresentou a maior e mais completa de todas as suas edições, com a participação de 1.770 empresas de 58 países, com um aumento de 9% em relação a 2018 e uma ocupação de 55.938 metros quadrados líquidos de oferta setorial – mais 10% do que na última edição -. Valores que para a organização “converteram Madrid em capital mundial hortofrutícola durante três dias”.

Um dos parâmetros mais destacados foi o significativo acréscimo de participantes internacionais, que registou um aumento de 23%. Mais uma vez este ano, os provenientes da Europa foram os mais numerosos, representando 65% dos assistentes, com um crescimento de 16% em relação ao anterior. O maior aumento foi registado pela América Latina e Caraíbas, com mais 47% de visitantes, a que se seguiram os chegados da América do Norte, com um aumento de 31%, do Médio Oriente, com um crescimento de 21%, e dos países não comunitários, com mais 20%. Em última análise, a Fruit Attraction confirma-se como um evento comercial fundamental para a produção, comercialização e distribuição mundial.

De igual modo, continua o comunicado do balanço da Fruit Attraction, os visitantes do programa Mercado Importador Convidado, coorganizado com o ICEX, e que desta vez foram a Índia, Singapura e China, alcançaram igualmente aumentos significativos.

A Fruit Attraction permitiu a oferta aos participantes de uma plataforma de impulso e expansão internacional com o Programa de Convidados Internacionais, que atraiu a Madrid 1.015 grandes compradores, chefes de compras de retalho, importadores e grossistas convidados de 86 países.

Tal como aconteceu na última edição, a realização de terça a quinta-feira foi um êxito retumbante, aspeto que se refletiu num aumento de visitantes em todos os dias da feira.

Quanto aos expositores, a participação internacional representou 42% do total, com 750 empresas estrangeiras de 58 países, destacando-se a presença da Europa, que representou 89% do total, especialmente as provenientes da França, Itália, Países Baixos, Portugal, Grécia, Bélgica e Reino Unido, à qual se soma o aumento de participação da América, de países como o Equador, Brasil, Estados Unidos, México, Peru e Argentina, e da África, com Egito, Quénia e Marrocos.

A nível doméstico, a Fruit Attraction 2019 contou com a presença de empresas de todas as zonas de produção espanholas. Um total de 1.020 empresas, cujo êxito se radica principalmente no grande interesse da produção hortofrutícola espanhola na comercialização internacional, precisamente num mês fundamental para o planeamento de campanhas.

Mais uma vez, a área de exposição dos produtores, Fresh Produce, registou o segmento de maior representação, com a participação de 71,5%. Também contou com um peso significativo a indústria auxiliar, 25,5%, mostrando toda a força da cadeia do setor hortofrutícola. A estas, soma-se a Flower&Garden Attraction, com 2%, e a Nuts Hub, com 1%, o que mostra a especialização da feira e a sua verticalidade.

Desta vez, a Feira potenciou áreas como a Ecorganic Market, área especializada na comercialização e exportação de produtos biológicos, assim como a Smart Agro, centrada na aplicação das novas tecnologias. Por outro lado, The Innovation Hub e Foro Innova foram as áreas dedicadas à inovação e às novidades empresariais do setor.

Neste âmbito, a feira acolheu os Prémios Accelera para a Inovação e o Empreendimento, cujo galardão recaiu nas empresas Rijk Zwaan, com o seu produto Spicy Sparkle, a nova folha que se situa na fronteira entre a rúcula e a erva-benta, e Alhondiga La Union, com WeCarePack, uma solução de embalagem biocompostável para manutenção de qualidade de frutas e hortaliças através de restos vegetais.

Um programa completo de jornadas fez da Fruit Atraction o centro de conhecimento para o setor, com sessões caracterizadas pela grande diversidade de conteúdos, assim como pelo alto nível dos participantes e oradores. De entre algumas a destacar, realizou-se o World Fresh Forum; o Biofruit Congress; a jornada AWM (Agriwater Management); Technology Attraction; ou uma sessão sobre o Brexit no setor de frutas e hortaliças: visão Espanha – Reino Unido.

A Feira voltou a facilitar a recolha de frutas e hortaliças dos expositores para o Banco Alimentar de Madrid, que conseguiu reunir 40.000 quilos de produtos hortofrutícolas.

A Fruit Attraction 2020 será realizada de 20 a 22 de outubro na IFEMA.