Agropecuária Evento realizado

Projetar o futuro da cunicultura dá o mote para Jornadas

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro recebe, nos dias 12 de 13 de novembro, as XI Jornadas de Cunicultura da ASPOC e as VII Jornadas de Cunicultura da APEZ, num evento que tem como mote “Cunicultura – Projetar o Futuro” e que versará temas ligados com a produtividade e rentabilidade das explorações, o bem estar animal, as resistências microbianas, bem como os desafios que o setor terá que enfrentar num futuro já quase presente.

Como tem sido hábito em anos anteriores a comissão organizadora convidou os participantes a submeterem a discussão trabalhos que tenham desenvolvido na área da cunicultura e que considerem ser casos interessantes para partilha com os colegas do setor. A seleção dos trabalhos que serão debatidos durante as jornadas (no dia 12 de novembro) caberá a uma comissão científica.

O dia 13 de novembro será dedicado ao balanço da campanha de promoção ao consumo de coelho, que decorre desde o início de 2018, em Portugal e Espanha, e que está atualmente a decorrer sob a orientação das associações setoriais ASPOC e INTERCUN. A sessão terminará com um  jantar de degustação de carne de coelho, confecionado pelo Chef Hélio Loureiro e harmonizado com vinhos da região.

As inscrições para o evento estão abertas e podem ser feitas aqui.

Programa

12 de novembro

  • 14h00 Acreditação e entrega de documentação
  • 14h30 Sessão I – Utilização de novas matérias primas na alimentação do coelho

Matérias primas fibrosas em natureza e tratadas – Miguel Rodrigues, UTAD

Fontes matérias primas não tradicionais – Cátia Martins, ISA

  • 16h30 Sessão II – Apresentação e discussão dos temas dos pósteres selecionados
  • 17h00 Pausa para café
  • 17h30 Sessão III – Gestão Técnica e Económica

Gestão técnica e económica em Espanha – E. Gomez, IVIA – Valência

Gestão técnica e económica – Meios e fins – François-Xavier Menini, Mixscience

13 de novembro

  • 9h00 Acreditação e entrega de documentação
  • 09h30 Sessão de Boas-Vindas e abertura das Jornadas
  • 09h45 Sessão IV – Sanidade e Profilaxia

Parasitoses na cunicultura – Ana Patrícia Lopes, UTAD

Estafilococos e Pasteurela – J. M. Corpa, UCH-CEU

Prevenção e tratamento de clostridium – José Manuel Monteiro

  • 11h00 Pausa para café
  • 11h30 Sessão V – Mesa Redonda: Cunicultura, Ameaças e Oportunidades da fileira
  • 13h00 Almoço volante no espaço de exposição
  • 14h30 Sessão VI – Maneio e alimentação

Escolha da futura reprodutora – D. Savietto, INRA

Formulação de dietas para coelhos na engorda – J. Garcia, UPM

Instalações e ventilação – François-Xavier Menini, Mixscience

A água de bebida – Qualidade, tratamentos e redes – Cândida Cruz, De Heus

Formulación de alimentos para conejos: ¿qué nutrientes para qué fines? – Karine Bebin, CCPA

  • 17h00 Pausa para café
  • 17h30 Sessão VII – Legislação e Investigação

Compromisso para redução do uso de AM – Maria Azevedo Mendes, DGAV

Medidas de biossegurança nos núcleos de produção de coelhos – Filipa Lourenço, DGAV

Bem-estar e criação alternativa – J. Pascual, UPV

  • 18h30 Sessão de encerramento
  • 20h00 Jantar de degustação de carne de coelho confecionado pelo Chef Hélio Loureiro e harmonizado com vinhos da região