Política Agrícola Rega

Regantes apelam à garantia de ajudas ao desenvolvimento do regadio

O Encontro Regadio 2019, organizado pela FENAREG – Federação Nacional de Regantes de Portugal e pela ABMira – Associação de Beneficiários do Mira, a 6 e 7 de novembro, em Odemira, reuniu mais de 150 participantes, entre os quais entidades gestoras de aproveitamentos hidroagrícolas de todo o país, representando mais de metade da área irrigada em Portugal (300.000 hectares).

Na sessão de encerramento, o presidente da FENAREG, José Núncio, afirmou que «em pleno período de discussão da nova Política Agrícola Comum (PAC), o nosso setor necessita de estabilidade e de garantir pelo menos a manutenção dos atuais níveis de apoio à agricultura» e apelou à Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, para que «mantenha a garantia de ajudas ao desenvolvimento do regadio, quando são tão evidentes os impactos de um período de três anos de seca».

A Ministra da Agricultura presidiu à sessão de encerramento do Encontro, destacando como grandes objetivos do Governo em matéria de regadio: «promover a requalificação e modernização dos perímetros de rega existentes, tornando-os mais eficientes; prosseguir com a implementação do Programa Nacional de Regadios e proceder à revisão do sistema de cálculo do tarifário da água para rega».

Os regantes ouviram com agrado a garantia dada por Maria do Céu Albuquerque de que será implementada a revisão do traçado do Perímetro de Rega do Mira, construído na década de 60, e que tem 94% da sua área (12.000 hectares) integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. A Ministra da Agricultura afirmou que «o Perímetro de Rega do Mira deverá desafetar áreas de maior interesse e sensibilidade ambiental, bem como aglomerados urbanos e rurais. No entanto, as áreas excluídas serão compensadas pela afetação de novas áreas ao Aproveitamento Hidroagrícola do Mira, mantendo-se a área total do mesmo».

No jantar de gala do Encontro foi celebrado o 50º aniversário do Aproveitamento Hidroagrícola do Mira e homenageado o atual diretor-executivo da ABMira, Manuel Amaro Figueira, pelas três décadas ao serviço da gestão e desenvolvimento deste perímetro de rega público.

No segundo dia do Encontro decorreu uma visita técnica a pontos de interesse da infraestrutura do Aproveitamento Hidroagrícola do Mira e a duas explorações agrícolas da região que produzem e exportam produtos de elevado valor acrescentado (framboesas, mirtilos e amoras e próteas).