Opinião

“O futuro passa pela profissionalização dos produtores”

Paulo Nogueira, Bagas de Portugal (Sever do Vouga)

A Bagas de Portugal lida com produtores de norte a sul o que permite oferecer fruta durante um grande período do ano. Muitos dos nossos produtores são jovens o que faz antever uma margem de crescimento bastante elevada. A cooperativa foi fundada em 2015 e nasceu da necessidade dos produtores se unirem para terem condições para chegarem a clientes finais. Tanto comercializamos mirtilo a granel como embalado, praticamente todo para exportação. Os objetivos para as campanhas seguintes e para o futuro passam pela profissionalização dos produtores, melhorando as técnicas de produção, focados no aumento das quantidades produzidas por hectare – determinante para a sustentabilidade do negócio.