Bio EMPRESAS & PRODUTOS Fertilização

“Estamos a viver uma fase bastante auspiciosa de transformação e consolidação da Nutrofertil”

O final de cada ano é sempre um momento ideal para reflexão e balanço. O ano de 2019 foi para nós um ano de grandes investimentos, mas também de ótimos retornos.

Primámos em valorizar a nossa estratégia na implementação de práticas de sustentabilidade que resultaram em aumentos significativos na área dos fertilizantes biológicos e nas soluções orgânicas para aplicação em grandes culturas como o tomate, brócolo e batata. Esta aposta em soluções ecologicamente viáveis tem sido feita ao longo de alguns anos.

No entanto, com o aumento das tendências do mercado, que procuram cada vez mais soluções que protejam o meio ambiente, a procura pelos nossos produtos ganhou outra importância e outra dimensão. Temos particular atenção em selecionar matérias-primas diferenciadas, com baixa pegada ecológica e focamo-nos em práticas com impacto positivo no meio ambiente, na sociedade e que a longo prazo se traduzem em benefícios económicos e vantagens competitivas para as organizações.

Com o investimento na área produtiva ganhámos grandes projetos de instalações de jardins e coberturas e tivemos oportunidade de desenvolver e colocar no mercado mais de 50 novas formulações de Substratos Profissionais direcionados para o mercado dos frutos vermelhos, envasamento, ornamentais e culturas específicas como o kiwi, oliveira, vinha e mesmo o cannabis. A aquisição de uma nova linha de mistura e de uma nova ensacadora para a área de produção deram-nos o suporte necessário para entrar com confiança em grandes projetos, sobretudo na área dos Substratos Profissionais.

O nosso percurso está ancorado nos nossos produtos e na sua diferenciação. Esta diferenciação sustenta o nosso posicionamento no mercado e resulta da preocupação no desenvolvimento de soluções que vão ao encontro das reais necessidades dos mercados.

Autoria: Nanci Santos – Departamento de Comunicação e Marketing da Nutrofertil

Para ler na íntegra na Revista Voz do Campo, edição n.º 232 (dezembro 2019)

Subscreva a nossa revista: