Política Agrícola

Comissão Europeia proíbe o uso de clorpirifos

A sua utilização já era proibida em oito estados-membros da UE, Alemanha, Irlanda, Finlândia ou Suécia, entre outros.

Na França, o seu uso é permitido apenas no espinafre. Na Espanha, o clorpirifos é o pesticida mais utilizado, principalmente no cultivo de citrinos, embora seja aplicado ao crescimento de mais de 100 tipos de vegetais e frutas.

Os membros do Comité de Plantas, Animais, Alimentos e Alimentos para Animais (ScoPAFF) da Comissão Europeia votaram, por maioria, para não estender a licença de ambos os pesticidas: clorpirifos e metil clorpirifos para além de 31 de janeiro de 2020, data em que a sua permissão de uso expira e que estava pendente de renovação, embora uma moratória de três meses seja estabelecida após o término da autorização, para que, em junho de 2020, os produtos que contenham clorpirifos e metil clorpirifos não possam ser comercializados na UE.

Em agosto deste ano, a EFSA publicou um comunicado duplo em que concluiu que os pesticidas clorpirifos e metil clorpirifos não atendem “os critérios aplicáveis para proteger a saúde humana estabelecidos na legislação da União Europeia” e recomendou que a sua autorização não fosse renovada.

Fonte: Agroinformación