Investigação Olival & Azeite

Promoção e Valorização de Azeites de Montanha

O projeto Promoção e Valorização de Azeites de Montanha (CENTRO-01-0246-FEDER000004 / 6756) foi proposto pela parceria entre o Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), e o Instituto Politécnico da Guarda (IPG), e teve ainda, como parceiros não executores, a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) e o Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior (CBPBI).

O projeto Promoção e Valorização de Azeites de Montanha desenvolveu ações de transferência de conhecimentos para reforçar a posição da fileira oleícola da CIMBSE, sobre as melhores práticas e os processos inovadores que levam à produção de azeites diferenciáveis pela sua qualidade e organoleticamente distintos, intensificando a capacidade competitiva e o INVESTIGAÇÃO O projeto Promoção e Valorização de Azeites de Montanha (CENTRO-01-0246-FEDER000004 / 6756) foi proposto pela parceria entre o Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), e o Instituto Politécnico da Guarda (IPG), e teve ainda, como parceiros não executores, a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) e o Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior (CBPBI). reconhecimento da marca ‘Azeites de Montanha’.

Em cada uma das ações deste projeto, existiram diversas atividades, das quais resultaram diferentes sessões (em olival, lagar ou sala) e documentos. As principais atividades públicas consistiram em 24 sessões de demonstração sobre os três grandes temas: ‘Olivicultura’, ‘Azeite e ‘Imagem e Promoção’ (…).

Autoria:

. Balanço do Projeto Azeites de Montanha

→ Fátima Peres

. Escola Superior Agrária

. Instituto Politécnico de Castelo Branco

Desenvolvimento deste e de outros artigos, na edição impressa da Revista Voz do Campo.