Agrociência Hortofruticultura

Algumas notas sobre carência de BORO na macieira

Introdução:

A carência de boro na macieira é aquela que tem maiores consequências negativas no crescimento vegetativo, na floração, no vingamento e no desenvolvimento do fruto.

As espécies frutícolas são na sua generalidade muito sensíveis a quase todos os micronutrientes e em especial ao boro, como podemos observar no quadro abaixo.

A sintomatologia da carência de boro, manifesta-se sobretudo durante o crescimento vegetativo, floração (polinização e vingamento dos frutos) e frutificação.

A sintomatologia varia segundo as variedades, que se manifestam sob várias formas:

  • follhas em roseta;
  • abortos florais (queda das flores, que se secam precocemente, após uma abundante floração);
  • queda prematura de frutos;
  • necroses das cascas;
  • morte de ramos;
  • deformação e fendilhamento dos frutos (exemplo das Reinetas).

Nesta espécie, esta carência pode confundir-se com o Bitter-pit, causado por uma carência de cálcio, como mostra o quadro que pode consultar na revista.

Autoria: António Pedro Tavares Guerra

• Engenheiro Técnico Agrário Licenciado em Engenharia Agro-Pecuária Formador e Consultor Técnico em Nutrição Vegetal *Escrito ao abrigo do anterior Acordo Ortográfico.

Desenvolvimento deste e de outros artigos, na edição impressa da Revista Voz do Campo.