Política Agrícola

CAP termina ciclo de Conselhos Consultivos Regionais em Montemor-o-Novo com combate à desertificação no centro da agenda

A reunião, entre a Direção da CAP e as suas estruturas e associados da região do Alto Alentejo vai decorrer segunda-feira, dia 2 de março. Atrasos nos pagamentos no âmbito do PDR2020 e futuro incerto da PAC também serão debatidos.

O périplo começou em Montemor-o-Velho, onde se fizeram contas aos danos provocados pelas cheias do Mondego no passado mês de dezembro, e termina agora mais a Sul, em Montemor-o-Novo, onde a seca prolongada não tem dado tréguas aos agricultores. O encontro organizado pela Direção da CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal e os seus associados da região do Alto Alentejo decorrerá na próxima segunda-feira, dia 2 de março, e marca o fim do ciclo anual de Conselhos Consultivos Regionais, que percorreu o País desde o final de janeiro.

A discussão de medidas de longo prazo para o combate à seca, capazes de promover a sustentabilidade económica da atividade agrícola no território e de travar o processo de desertificação em curso, permitindo a fixação de população na região, estará no centro da agenda desta reunião.

Temas como o REAP, o novo regime jurídico que regula o exercício e o licenciamento da atividade pecuária, serão também abordados, a par de outras problemáticas que continuam a preocupar os agricultores portugueses, como os atrasos nos pagamentos no âmbito do atual Programa de Desenvolvimento Rural (mais de mil milhões de euros do PDR2020 que ainda estão por executar) e o futuro orçamento plurianual da União Europeia – depois do falhanço das negociações no Conselho Europeu extraordinário que decorreu a semana passada, em Bruxelas, que podem pôr em causa a manutenção do envelope financeiro da Política Agrícola Comum (PAC) para Portugal.

O Conselho Consultivo Regional do Alto Alentejo reúne a partir das 10 horas, no Parque de Exposições da APORMOR – Associação de Produtores do Mundo Rural da Região de Montemor-o-Novo, no dia 2 de março. O encontro decorre à porta fechada, mas haverá um momento dedicado à comunicação social, a partir das 12 horas.

Este ciclo de Conselhos Consultivos Regionais da CAP, que agora finda no Alto Alentejo, passou ao longo das últimas semanas pelas regiões do Centro, Trás-os-Montes, Douro e Minho, Oeste, Baixo Alentejo e Algarve, e Ribatejo. Estes encontros têm como objetivo promover o diálogo direto com as estruturas regionais e a partilha das linhas-mestras da atuação da CAP, assim como auscultar os anseios e expetativas dos organismos descentralizados.