EMPRESAS & PRODUTOS Hortofruticultura

AGROMAIS e AGROTEJO atribuem prémios no XVIII Encontro de agricultores

Durante o XVIII Encontro de agricultores, realizou-se a cerimónia de entrega de prémios aos melhores agricultores de 2019:

Segundo a organização, esta iniciativa visa «distinguir pela excelência os grandes agricultores nas áreas de produção, sustentabilidade e responsabilidade social», sendo atribuídos prémios nas categorias ‘Jovem agricultor’ e ‘Melhor produtor do ano’ nas culturas de milho, de tomate, de cebola e de batata.

Também foram entregues dois prémios relacionados com o projecto Restolho: o de ‘Agricultor solidário’, para o produtor que mais se envolveu nesta iniciativa; o de ‘Voluntário+’, que pretende premiar a entidade que mais participou e divulgou o projecto.

Em comunicado, a Agromais Plus indica que, nos sete anos de Restolho, o projecto recebeu em campo mais de 4.000 voluntários e resultou em mais de 100 toneladas de hortícolas colhidas e entregues nas bancos alimentares de Abrantes, Beja, Golegã e Santarém.

AGROMAIS e AGROTEJO atribuem os seguintes prémios:


Prémio de “VOLUNTÁRIO + 2019 ao Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano de Santarém.

O projeto Restolho, em 2019, recebeu em campo, mais de 800 voluntários, desde de políticos, profissionais da saúde, analistas de dados e estudantes oriundos de norte a sul do país.

Este ano, o vencedor nesta categoria, mostrou sempre uma grande determinação e empenho na sua atividade de voluntariado nos campos da Golegã, e foi tal a sua motivação que regressaram três vezes. Colheram num total 2500 kilos de batata, couves e nabos.

Por esta vontade e determinação, O prémio “VOLUNTÁRIO + 2019” foi para o Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano de Santarém, entregue pelo Dr.º Ramiro Matos, Presidente do Banco Alimentar de Santarém.

 

 

Prémio de “AGRICULTOR SOLIDÁRIO 2019” ao agricultor Joaquim Barroso.

Em 2019 colhemos dos seus campos da Golegã mais de 20 toneladas de produtos entregues nos Bancos Alimentares de Abrantes, Santarém e Golegã. Um contributo importante deste agricultor.

E a vontade de trabalhar também, procurando sempre os melhores resultados para as culturas que desenvolve.

Riachense ferrenho desde pequenino, O vencedor nesta categoria, acedeu sempre aos nossos pedidos para disponibilizar campos para as ações de restolho durante 2019.

O prémio “AGRICULTOR SOLIDÁRIO 2019” foi para Joaquim Barroso, representado por o seu filho Rui Barroso, e entregue pela Dr.ª Silvia Bagorro, Presidente do Banco Alimentar de Abrantes.

 

 

Prémio de “TÉCNICO SOLIDÁRIO 2019” à nossa colaboradora Eng.ª Alexandra Fernandes.

A responsabilidade social é e sempre será um dos desígnios das nossas organizações.

Nos últimos 7 anos o projeto Restolho, recebeu em campo, mais de 4000 voluntários traduzindo-se em mais de 100 t de produtos colhidos e entregues nos Bancos Alimentares.
O projeto realizou desde o início mais de 100 ações de restolho em campo e mais de 30 ações de sensibilização em Escolas!

Ganhamos o prémio da Missão Continente e fomos convidados a integrar na comissão para a Estratégia Nacional de Combate ao Desperdício Alimentar.

É um projeto com um justo reconhecimento nacional e já replicado por muitas entidades em todo o país.
Tal, só foi possível com a colaboração dos agricultores e colaboradores da Agrotejo, Agromais e Plus.

No entanto, desde que foi criado, houve uma colaboradora que se destacou e que tornou possível o projeto crescer.

Falamos de uma mulher notável, firme nas suas convicções, generosa, dedicada e com uma grande empatia na ajuda ao próximo.

Amiga do seu amigo, profissional de excelência e ímpar na sua capacidade de trabalhar.

O prémio “TÉCNICO SOLIDÁRIO 2019” foi para a nossa colaboradora Eng.ª Alexandra Fernandes.

A entrega deste prémio ficou a cargo do Dr.º Jorge Neves, Director Geral da AGROMAIS e pelo Eng.º Mário Antunes, Vice-Presidente da AGROTEJO.

 

 

 

Prémio de “MELHOR PRODUTOR DE BATATA EM 2019” à Sociedade António Sequeira, Unipessoal Lda.

O vencedor nesta categoria vai também para um dos fundadores da Agromais que, dedicou a sua vida à agricultura e à região.

Com grande pena nossa vimo-lo partir. Um homem notável, generoso, amigo e ímpar na sua capacidade de trabalhar.

Estamos certos que deixou um grande legado e a sua continuidade está garantida pelo esforço, dedicação e empenho do seu neto e funcionários.

O Prémio de “MELHOR PRODUTOR DE BATATA DA AGROMAIS EM 2019” foi para a Sociedade António Sequeira, Unipessoal Lda e entregue pela Eng.ª Rita Caixinha, Responsável da Cultura.

 

 

Prémio de “MELHOR PRODUTOR DE CEBOLA EM 2019” à Sociedade Agrícola Agro Cartas.

Nasceu na Golegã e aqui foi criado.

Fundador da AGROMAIS, este agricultor explora cerca de 250 ha, divididos por hortícolas e cereais.

Exigente consigo e com os outros, este agricultor tem sido um grande exemplo para muitos, devido à sua dedicação, profissionalismo, desempenho e competência notável na sua atividade.

Já ouvimos chamarem o guarda do campo ao fim de semana!

O “MELHOR PRODUTOR DE CEBOLA DA AGROMAIS EM 2019” foi a Sociedade Agrícola Agro Cartas, representada por Joaquim Redol Vieira e o prémio foi entregue pelo Eng.º Bruno Moura, Responsável da Cultura.

 

 

 

Prémio de “MELHOR PRODUTOR DE TOMATE EM 2019” à Sociedade Agrícola Cruz do Santinho.

O vencedor nesta categoria já não necessita de apresentações.
É ribatejano de gema, benfiquista ferrenho e um grande aficionado de corridas de toiros. (só por isto já merecia o prémio).

Alem destes méritos, este agricultor com o seu esforço, empenho e dedicação tem conseguido obter a excelência e competência.

Agricultor da AGROMAIS desde de 2004, é natural da Chamusca e tem uma exploração de cerca de 100 ha.

O “MELHOR PRODUTOR DE TOMATE DA AGROMAIS EM 2019” foi a Sociedade Agrícola Cruz do Santinho, representada por Nuno Frazão.

O prémio foi entregue pelo Eng.º Rui Hipólito, Diretor Regional Adjunto e Bruno Moura, responsável da cultura.

 

 

 

Prémio de “MELHOR PRODUTOR DE MILHO DA AGROMAIS EM 2019” foi para a Sociedade Agrícola Hortícolas Casal da Avó.

É uma casa portuguesa, com certeza!

Uma família grande no tamanho e no empenho com que faz agricultura !

Não tem medo nem da Chuva nem do sol!
Não tem medo Nem do dia nem da noite !

Repartem-se nas varias tarefas agrícolas, aproveitando o melhor de cada um !

Esta exploração agrícola tem cerca de 170 ha divididos principalmente por hortícolas e cereais.

O “MELHOR PRODUTOR DE MILHO DA AGROMAIS EM 2019” foi a Sociedade Agrícola Hortícolas Casal da Avó e o prémio foi entregue pela Eng.ª Susana Covão, responsável da cultura.

 

 

 

PRÉMIO DE AGRICULTOR BIOSFÉRICO 2019 atribuido pela AGROMAIS E AGROTEJO foi para MANUEL TAVARES VEIGA

A proteção dos recursos naturais faz parte do dia a dia dos agricultores desta região.Sabemos que além da missão de produzir alimentos devemos proteger o meio ambiente.Porque nos consideramos guardiões deste território, abraçamos em 2014 a co-gestão da Reserva da Biosfera do Paul do Boquilobo. Ali ou aqui, além da conservação da natureza temos como desígnio a valorização dum território que se alarga desde o Pombalinho a Torres Novas, passando por Azinhaga, Golegã, Riachos e Brogueira.

Nesta valorização do território, a promoção de tradições culturais, a preservação do património construído, a valorização genética de raças endógenas e autóctones também são um dos desígnios que salvaguardamos e queremos capitalizar.Tal, só é possível com a colaboração de todos os agentes económicos, mas também dos agricultores.

E, neste âmbito, há um agricultor que deve ser destacado em 2019.Trata-se de um amigo sempre disponível para colaborar e dinamizar as festas e tradições locais. Apoia incondicionalmente a Biosfera do Paul do Boquilobo.
Tem feito um trabalho de excelência na preservação do cavalo Lusitano, das tradições rurais da região e da sua valorização internacional.

Falamos de um homem notável, defensor da região e dos seus recursos naturais. O prémio foi assim entregue a Manuel Tavares Veiga, proprietário da Quinta da Brôa e da Coudelaria Manuel Tavares VeigaA entrega do prémio ficou a cargo de outro amante da região, o Dr. José Veiga Maltez, Presidente da Município de Golegã, e do Engº Rui Pombo, Membro do Conselho Diretivo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

 

 

Por fim falando do futuro !

O “PRÉMIO JOVEM AGRICULTOR AGROMAIS 2019” vai para Filipe Sequeira.

É um jovem agricultor, de 26 anos de idade e com uma forte ligação ao campo desde de pequenino.

O vencedor nesta categoria é natural da chamusca, adora viajar e estar com os amigos.

Nesta fase grande parte do seu tempo divide-se entre fraldas, biberons, ervilhas, batatas e tratores.
A sua exploração, situada no Ribatejo, tem como base as culturas de milho e batata.

Como se costuma dizer, Agarrou esta exploração agrícola familiar com “Unhas e Dentes” !!

Rapidamente demonstrou ser um jovem interessado, responsável, profissional e rigoroso no acompanhamento das culturas.

O prémio foi entregue por o Eng.º José Lacerda Fonseca, Diretor Regional da Agricultura e Eng.º Luis Vasconcellos e Souza, Presidente da Agromais.

Fonte: Agrotejo – União Agrícola do Norte do Vale do Tejo