Hortofruticultura Sanidade vegetal

Medidas preventivas – Traça do Tomateiro: Tuta absoluta


Pub.


Serviço de Avisos Agrícolas é um serviço nacional do Ministério da Agricultura que tem por finalidade emitir avisos agrícolas.

  • Pratique a rotação de culturas com plantas não hospedeiras de Tuta (alface, pepino, feijão verde…).
  • Prepare cuidadosamente as parcelas de terreno destinadas à cultura do tomateiro. Em estufas, desinfete toda a estrutura e verifique e conserte a cobertura, isolando possíveis entradas das borboletas.
  • Destrua sistematicamente todos os restos de cultura, pois podem conter ovos, larvas e pupas de Tuta, que darão origem a novas infestações.
  • Elimine as infestantes hospedeiras da Tuta na cultura e nas suas proximidades (figueira do inferno, erva moira).
  • Elimine as primeiras folhas com galerias (minas) de Tuta.
  • Todas as aberturas das estufas devem ser protegidas com rede fina. A entrada principal deve ter duplas portas, que impeçam ou dificultem a entrada das borboletas de Tuta.
  • Coloque a armadilha para monitorização da praga duas semanas antes do transplante dos tomateiros e proceda à contagem das borboletas capturadas 3 vezes por semana. Se houver capturas, vigie atentamente as novas plantas, de modo a detetar ataques precoces e a tomar medidas diretas de combate à praga o mais cedo possível.

Circular n.º 4 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho:

Circular nº 04 de 2020, da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho