Floricultura e jardinagem

Covid-19: Produtores obrigados a “deitar ao lixo” milhões de flores e plantas

Os produtores portugueses de flores e plantas alertaram hoje que estão a “deitar ao lixo toneladas de plantas” devido à “estagnação quase total das vendas” causada pela pandemia da covid-19.

“Estimamos que 2,5 milhões de plantas e flores estão a ir para o lixo porque as vendas estão estagnadas. Há mais de 15 dias que as encomendas foram quase todas canceladas, e as toneladas que tínhamos produzido são para deitar fora”, lamentou Victor Araújo, presidente da Associação Portuguesa de Produtores de Plantas e Flores Naturais (APPPFN), à Agência Lusa.

Além das dificuldades para pagar os investimentos feitos, o dirigente afirmou que já há muita incerteza na capacidade das empresas pagarem aos seus trabalhadores, num setor que emprega, diretamente, mais de 5 mil pessoas, de norte a sul do país.