Hortofruticultura

Produtores com algumas dificuldades no escoamento para restaurantes e hotéis

O presidente da federação das organizações de produtores de frutas e hortícolas defendeu hoje que o setor está a sentir dificuldades no transporte dos alimentos e no escoamento, sobretudo de frescos, para hotéis, restaurantes e cafés, perante a covid-19.

“Houve um grande aumento da procura, há 15 dias, mas depois estabilizou, mas quem está a produzir para o canal Horeca [hotéis, restaurantes e cafés], nalguns produtos, como alfaces, já está a ter grandes dificuldades de escoamento”, apontou o presidente da Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas (FNOP), em declarações à Lusa.

Conforme explicou Domingos dos Santos, em causa estão produtos “com janelas de colheita na ordem de uma semana”, por isso, a sua dificuldade de escoamento implica prejuízos para os produtores.

Por outro lado, o setor também tem registado algumas dificuldades ao nível do transporte dos hortícolas e frutas e no cumprimento de horários.

“Todo o processo nas centrais logísticas é mais lento. Começa a haver mais entropias”, salientou.