Opinião

Câmara Municipal de Idanha-a-Nova

O projeto Recomeçar em Idanha é emblemático da estratégia que temos para o concelho de Idanha-a-Nova

Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova

“Lançado em 2015, é um projeto definido a médio prazo (2015-2025) que visa o desenvolvimento sustentado do território, através da melhoria das condições de vida dos cidadãos idanhenses, da criação de riqueza e emprego e da atração de novos residentes e investimento. Os resultados têm sido positivos. Nos últimos três anos, Idanha-a-Nova assegurou 59,2 milhões de euros de investimento direto e indireto para o desenvolvimento de projetos de base rural. Podemos ainda referir a criação de mais de 350 projetos empresariais, os quais traduzem-se já hoje em mais de 300 novos postos de trabalho no concelho.

Além disso, os méritos do Recomeçar têm sido amplamente reconhecidos. A nível nacional Idanha-aNova ganhou o Prémio de Município do Ano 2018 na categoria “Região Centro – Menos de 20 mil habitantes”, atribuído pela Universidade do Minho. Já a nível mundial, Idanha surpreendeu ao vencer o 2º Prémio de Marca Territorial do Ano 2018, patrocinado pelo The New York Times e recebido em Londres. Nesse troféu internacional – os City Nation Place Awards – Idanha e o projeto Recomeçar bateram finalistas como Barcelona, Escócia, Estónia ou Salinas (na Califórnia), sendo apenas superada por Eindhoven (Holanda).

Estamos a desenvolver parcerias com entidades nacionais e internacionais para trazer para Idanha investigadores que ajudem a desenvolver novas formas de produzir alimentos em Modo de Produção Biológico a preços mais competitivos”.