Opinião

Tradecorp

Para a empresa, a estratégia nutricional inicia-se na fase da diferenciação floral, decisiva para o sucesso da cultura

Ricardo Borges – Tradecorp

“É um período em que existe uma grande competição dos fotoassimilados e representa uma fase em que os stresses abióticos (hídricos, climáticos (…) originados por temperaturas e até falhas nutricionais, entre outros) são constantes. Essas falhas nutricionais influenciam muito o equilíbrio nutricional da planta, dentro do que é a nutrição nesta fase é importante dar-se ênfase a dois micronutrientes – o boro e o zinco – que vão definir precisamente o sucesso da diferenciação floral.

Toda a estratégia tem de basear-se em análises de solos e análises foliares, estudando-se também as necessidades nutricionais da cultura”.