Investigação

UÉ parceira em projeto europeu para agricultura sustentável

A Universidade de Évora (UÉ) integra novo projeto em agroecologia financiado pelo maior programa de investigação e inovação da União Europeia, o programa Horizonte 2020 (H2020).

No contexto deste projeto, o Alentejo formará parte de uma rede europeia de áreas experimentais destinadas ao desenvolvimento e implementação de novas aproximações para a integração da biodiversidade na gestão dos agroecossistemas.

Coordenado no nosso país por José M. Herrera, coordenador do Grupo de Investigação em Biodiversidade e Alterações Climáticas no recentemente criado Instituto Mediterrâneo para a Agricultura Ambiente e Desenvolvimento (MED) da Universidade de Évora, o SHOWCASE (em inglês, SHOWCASing synergies between agriculture, biodiversity and Ecosystem services to help farmers capitalising on native biosiversity), tem como principal objetivo por em valor o papel da biodiversidade na sustentabilidade dos sistemas agrícolas, e providenciar aos agricultores, com quem trabalha em estreita colaboração, as ferramentas necessárias para a sua integração na produção de bens e serviços em sistemas agrícolas, nomeadamente, olivais e vinhas.

A equipa de investigadores espera ainda que o projeto permita maior resiliência e resistência face as alterações climáticas destas duas culturas chave para a economia de Portugal em geral, e do Alentejo em particular, contando para tal, com um orçamento na ordem dos 8 milhões de euros, distribuídos pelas 22 instituições de ensino superior e organizações agrícolas parceiras de 12 países europeus.