Desenvolvimento Local Hortofruticultura

Mulheres dinamizam projeto de alojamento com quinta agrícola em Manteigas

Segundo Patrícia Madeira, uma das responsáveis pelo projeto, a Casa Agrícola Francisco Esteves, dinamizadora da iniciativa, tem “um foco empresarial amplo, em áreas intrinsecamente de caráter agrícola e turístico: a fruticultura, a produção de azeite, a destilação de bagaço de uva e de frutos, e a sua casa-museu”.

A empresa, que atua na área da agricultura desde 1960 e no turismo desde 2010, tem o seu capital social distribuído exclusivamente no feminino, sendo que Patrícia Madeira, Maria João Ramos e Rita Corte Real formam “o rosto” do projeto turístico, agrícola, integrado e sustentável, com o qual pretendem “continuar a preservar o legado da sustentabilidade herdado do Comendador Francisco Esteves”.

“Face ao novo mundo económico e social, o grupo Casa Agrícola Francisco Esteves, Lda., decidiu desenhar uma estratégia ampla e inovadora para a sua esfera de ação, afirmando-se com uma nova marca ‘umbrella’: ‘Comendador Francisco Esteves’”, adiantou Patrícia Madeira à agência Lusa.

A quinta Comendador Francisco Esteves “está talhada, pelo frio e pelas cicatrizes deixadas na paisagem pelo Vale Glaciário do Zêzere, o mais antigo vale glaciário da Europa, em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, onde abundam lagos de água muito transparente que convidam ao mergulho”.

“Centrando os valores da marca e dos seus produtos na figura ímpar do Comendador e no valor do segredo das gerações, da sustentabilidade e dos saberes e sabores associados, optamos por ousar humanizar a nossa marca, com o rosto do nosso bisavô, o Comendador Francisco Esteves, pois queremos que a marca crie empatia, através de valores que caracterizam o próprio Comendador: carisma, sinceridade, proximidade e dotada da ‘arte de bem receber’”, explicou.

A empresa criou quatro postos de trabalho e com a estratégia que inicia no sábado “a perspetiva é a de criação de mais postos de trabalho”, indicou Patrícia Madeira.

A casa tem capacidade de alojamento para 12 pessoas e, devido à pandemia da covid-19, as responsáveis estão a “enveredar todos os esforços” para que possa obter o selo “Clean and Safe” do Turismo de Portugal.

Patrícia Madeira considera que o projeto é uma “mais-valia” para o concelho de Manteigas, que “está no coração da Serra da Estrela, com o slogan ‘Vale por Natureza’”.

“Neste cenário e com os ingredientes que temos a sorte de ter é, com toda a certeza, um projeto que traz uma grande mais-valia, mostrando o que temos de melhor para o mundo, através da nossa história, dos nossos sabores, do nosso ‘bem receber’ tão característico da nossa região”, concluiu.

A inauguração ‘online’ está marcada para sábado, às 16:00, na plataforma Zoom.

A sessão começa com Patrícia Madeira a dar a conhecer a quinta de produção de pêssegos e maçãs, a estratégia de negócio e os objetivos de desenvolvimento, seguindo-se Maria João Ramos que explicará o projeto de turismo local Casa do Comendador.

A encerrar, Rita Corte Real falará da loja que vai abrir brevemente em Manteigas e apresentará a nova imagem da marca nas redes sociais, bem como a nova loja ‘online’.

Fonte: Lusa