Agroindústria

BPI e FEI celebram acordo para apoiar a Agricultura com 95 milhões

O FEI concede, assim, ao BPI uma garantia para cobrir 70% do risco de crédito de uma carteira de até 95 milhões de euros de novos empréstimos para financiar investimentos em ativos tangíveis e/ou intangíveis, fundo de maneio e despesas gerais associadas ao projeto de investimento, realizados por empresas e empresários do setor agrícola e agroindustrial, residentes e a operar em Portugal Continental.

O BPI e o Fundo Europeu de Investimento (FEI) estreitaram a sua cooperação, através da assinatura de um acordo de garantia para fomentar o crédito a empresas e empresários do setor agrícola e agroindustrial, com um montante global financiamento de até 95 milhões de euros.

O banco anunciou em com comunicado que com base neste acordo, “o BPI disponibiliza a Linha BPI/FEI Agricultura, para apoiar os investimentos na exploração agrícola, incluindo jovens agricultores, e na transformação e comercialização de produtos agrícolas, beneficiando de garantia do Fundo Europeu de Investimento, ao abrigo do ESIF EAFRD Portugal FoF”.

O ESIF EAFRD Portugal FoF é cofinanciado pela República Portuguesa, pela União Europeia através do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER) e pelo Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE). A Europa investe em zonas rurais.

O FEI concede, assim, ao BPI uma garantia para cobrir 70% do risco de crédito de uma carteira de até 95 milhões de euros de novos empréstimos para financiar investimentos em ativos tangíveis e/ou intangíveis, fundo de maneio e despesas gerais associadas ao projeto de investimento, realizados por empresas e empresários do setor agrícola e agroindustrial, residentes e a operar em Portugal Continental.

A linha BPI/FEI Agricultura vem complementar a vasta oferta do BPI para apoio à tesouraria e ao investimento, de empresas agrícolas e agroindústrias. O Banco aposta igualmente na simplificação do processo de contratação das operações.

“A operação permitirá ao BPI disponibilizar financiamento, em condições competitivas, de montantes e prazos alargados (até 15 anos), ajustados às necessidades do setor agrícola e sem consumo de auxílios de minimais”, diz ainda o banco.

Nos últimos anos, o BPI e o Fundo Europeu de Investimento (FEI) celebraram vários acordos de garantia, para apoiar empresas de diferentes setores da economia.

Fonte: Jornal Económico