Opinião

Frulact

A fileira agroalimentar conseguiu adaptar-se e reinventar-se

João Miranda, fundador da Frulact

“A crise provocada pelo surto da Covid-19 na Frulact e na generalidade das indústrias alimentares que não dependem dos canais HORECA não teve impacto. As medidas adotadas pelo Governo para uma situação com esta amplitude acabam sempre por não ser suficientes, mas foram importantes para minimizar o impacto no setor, esperando-se maior celeridade e novas iniciativas de carácter mais prático.

É verdade que a Frulact deixou de ser uma empresa de base familiar, mas a própria Ardian reconheceu que o principal capital da Frulact eram as pessoas e a sua cultura, tendo confiado em toda a equipa da Frulact para esta nova fase da sua história.”


Nota: João Miranda, é agora atualmente o administrador não executivo da empresa fabricante de ingredientes naturais para a indústria alimentar e de bebidas, que foi vendida à francesa Ardian no início deste ano.