Política Agrícola Vinha & Vinho

CVR Lisboa institui rota dos vinhos de Lisboa

Com aprovação dos novos estatutos em conselho geral. Trabalho está alicerçado num plano de investimento ambicioso, contando já com 30 projetos de enoturismo a funcionar em pleno.

O Conselho Geral da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa (CVRL) aprovou esta 2ª feira, dia 07 de julho, os seus novos estatutos, que institui a Rota dos Vinhos de Lisboa como parte integrante da Comissão, num modelo inclusivo e participado.

Este é um momento de grande afirmação da Região Demarcada dos Vinhos de Lisboa, pois trata-se de uma decisão tomada por unanimidade o que mostra vontade e determinação de todos em abraçar este eixo estratégico de intervenção.

É no enoturismo que encontramos mais oportunidades para o setor crescer em valor e por isso vamos chamar a trabalhar connosco os Municípios, as enotecas, a restauração, hotelaria, turismo e animação turística, integrando o Conselho Estratégico da Rota que terá como missão:

a) Fomentar o diálogo estruturado entre todos os agentes que atuam dentro da temática;
b) Definir referenciais para cada ramo de atividade e respetivas condições de adesão das empresas à Rota dos Vinhos de Lisboa;
c) Fomentar sinergias e concertar ações de dinamização do enoturismo e a sua promoção e divulgação integrada;
d) Incentivar a criação de produto enoturístico, a enquadrar na Rota dos Vinhos de Lisboa, ligando o vinho às valências do território e definir a sinalética em espaço público e para os estabelecimentos aderentes.

Ao longo dos próximos 3 anos estão previstas inúmeras atividades em todo o território, juntando o vinho à cultura, património e gastronomia, e que pretendemos que venham a ser um polo aglutinador de todos os agentes públicos e privados que trabalham nesta temática.

Todo este trabalho está alicerçado num plano de investimento ambicioso, que será alavancado pelos fundos europeus do programa Centro 2020, que uma vez mais ajudarão a dar mais tração e musculo a este projeto.

A Região dos Vinhos de Lisboa conta com 30 projetos de enoturismo a funcionar em pleno e de forma estruturada, fornecendo um portfólio de serviços diversificado e diferenciador que vão desde uma prova de vinhos comentada pelo produtor com vista para as vinhas até ao alojamento em espaço rural, passando pela possibilidade de casar nas vinhas e nas adegas, até ao hipismo ou às experiências ligadas às vindimas e a atividades nas adegas.