Editorial

“Dar vida à Agricultura”, um lema bem sugestivo

Nesta edição fazemos uma abordagem a alguns projetos de produtores dos Açores, com recurso a uma Associação que desde 2012 tem vindo a “Dar vida à Agricultura” naquele Arquipélago, a Terra Verde – Associação de Produtores Agrícolas dos Açores, uma entidade sem fins lucrativos, cujo objeto tem sido sem dúvida interessante e encorajador, não apenas para os seus dirigentes, mas fundamentalmente para os seus associados, na condição de produtores, estudantes e consumidores.

A Revista Voz do Campo mostra nas páginas centrais desta edição conjunta agosto-setembro, alguns bons exemplos de sucesso de produtores que optaram por acrescentar algumas novidades aos seus projetos de culturas tradicionais nos Açores. Entre vários registos, apresentamos o caso de um produtor vindo do estado de Pernambuco, no Brasil, mas com origens açorianas que encontrou na Ilha de S. Miguel as condições ideais para iniciar a produção de pitanga. Também um empreendedor que iniciou a atividade agrícola ainda muito novo como produtor de tabaco e que tem vindo a evoluir para outras culturas, neste caso, hortícolas ao ar livre e em estufa. Outro exemplo de destaque é o caso de um fruticultor que encontrou na Ribeira das Tainhas as condições ideais para se tornar produtor de Maracujá dos Açores/ S. Miguel com Denominação de Origem Protegida.

Neste trabalho dedicado aos Açores, o presidente da direção da Terra Verde, Manuel Martins Ledo, que prontamente aceitou falar à nossa reportagem, conta-nos que nas culturas mais representativas estão a batata doce, a banana, o ananás e de forma geral, o tomate e alface. Este responsável apresenta-nos ainda os aspetos mais e menos positivos do cenário agrícola naquela Região, e aponta como ponto forte, sem dúvida a qualidade e excelência dos produtos produzidos nos Açores e, como ponto fraco, entre outros, a falta de organização dos produtores e da produção.

Posto isto, estamos certos de que a agricultura dos Açores está no bom caminho, cujo trajeto acompanhado pela Associação Terra Verde certamente conduzirá ao sucesso dos produtores e da dinâmica em geral naquele Arquipélago.

Paulo Gomes, Diretor / Edição (nº 240 – Agosto/Setembro 2020).

Adquira a Revista Voz do Campo AQUI ↵