Na primeira pessoa

Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (COTHN)

Somos de uma grande resiliência, com capacidade de adaptar a vários cenários e hoje em dia com uma enorme abertura para a inovação em tudo o que possa melhorar o sistema produtivo e agroindustrial

Rodrigo Vinagre, Presidente do Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (COTHN)

“A fileira encontra-se numa situação de desafios constantes e de grande adaptação aos mesmos. Nem há uma década ultrapassámos a modernização tanto a nível de gestão e mecanização no campo, como no setor das agroindústrias e centrais frutícolas que se adaptaram às últimas tecnologias de processamento e embalamentos da matéria-prima.

Por outro lado conseguimos abrir muitos mercados de exportação com os nossos produtos mais tradicionais (pera, maçã, tomate concentrado, batata e pimento) mas também inovámos e apareceram novos produtos (kiwi, frutos secos e a batata-doce entre tantos outros). Penso que acima de tudo a fileira tem dado provas de um alto profissionalismo e está preparada tão bem ou melhor que outros setores para os desafios constantes e muito rápidos desta atividade.”